Política

Samakuva preocupado com índice de desemprego

O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, manifestou na segunda-feira, na cidade do Dundo, preocupação com o índice de desemprego na província da Lunda -Norte, que é considerado elevado.

Samakuva preocupado com índice de desemprego
Samakuva preocupado com índice de desemprego

Presidente da UNITA, Isaías Samakuva
Fotografia: DR

Ao intervir durante um acto político de massas, que se realizou defronte às instalações do seu partido, o líder da UNITA disse que a Lunda -Norte tem muitos cidadãos activos e com vigor para contribuir no desenvolvido da região, mas que a falta de oportunidade de emprego acaba por ser um elemento de exclusão.

Samakuva vai permanecer quatro dias na Lunda -Norte, afirmou que existem condições no país para se acabar com as assimetrias regionais. Uma das vias, apontadas pelo líder do maior partido da oposição, tem a ver com a distribuição equitativa da ri-queza, em termos de promoção e criação de oportunidades que visem o bem-estar dos cidadãos.
O índice de delinquência, que hoje se regista nos jovens, disse estar intrinsecamente relacionado com o desemprego. Segundo Isaías Samakuva, o sector privado, fundamentalmente o diamantífero, tem possibilidades de absorver grande parte da mão-de-obra nacional, com prioridade para a juventude da Lunda -Norte.
A contratação de mão-de-obra, por parte das empresas de exploração de diamantes, a partir de outros pontos do país, deve ser somente aquela cuja especialidade ou área de formação o mercado local não oferece, defendeu ainda o político.
No entender do presidente da UNITA, os ministérios da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, e dos Recursos Minerais e Pe-tróleos, em coordenação com a Endiama e os governos das províncias diamantíferas, devem acompanhar todo o processo de recrutamento de trabalhadores nas empresas do sector, no âmbito das políticas de valorização de quadros nacionais.
O líder do maior partido da oposição, pôs em causa os 500 mil novos postos de trabalho, que o MPLA prometeu na campanha eleitoral passa-da. Tais postos de trabalho, segundo Isaías Sanakuva, estão longe de ser concretizados, uma vez que a taxa do desemprego em muitas regiões do país continua elevada.

Políticas eficazes

O presidente da UNITA defendeu, que se criem políticas eficazes, tendentes a melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, com a introdução de reformas nos mais variados domínios da vida social e económica do país.
Isaías Samakuva questionou, também, as boas intenções inicialmente previstas na “Operação Resgate”. Para o político, antes do início da operação, o Executivo devia criar políticas de promoção de emprego para vendedores ambulantes.

JA

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button