Religião

Papa agradece aos religiosos pelo trabalho em África

Cidade do Vaticano – O papa agradeceu hoje às religiosas, sacerdotes, leigos e missionário pelo trabalho a favor do diálogo e da reconciliação entre os diversos sectores da sociedade africana e convidou os católicos a prezar por este continente.

Papa agradece aos religiosos pelo trabalho em África
Papa agradece aos religiosos pelo trabalho em África

PAPA FRANCISCO, LÍDER DA IGREJA CATÓLICA

FOTO: CEDIDA PELO VATICANO

Na edição mensal de ‘O Vídeo do Papa’, divulgado através das redes sociais, o Papa Francisco convidou os católicos de todo o mundo a rezar por África e disse desejar que a Igreja naquele continente seja fermento de unidade.

“As divisões étnicas, linguísticas e tribais da África podem ser superadas promovendo a unidade na diversidade. Quero agradecer às religiosas, aos sacerdotes, aos leigos e missionários pelo seu trabalho a favor do diálogo e da reconciliação entre os diversos sectores da sociedade africana”, refere Francisco.

“Rezemos neste mês para que, por meio do compromisso dos próprios membros, a Igreja em África seja fermento de unidade entre os povos e sinal de esperança para este continente”, exorta o Papa Francisco.

Segundo dados do Anuário Pontifício de 2018, África tem 17,6% dos católicos do mundo, tendo aumentado de 185 milhões, em 2010, para mais de 228 milhões em 2016, com uma variação relativa de 23,2%.

A República Democrática do Congo é o país com o maior número de católicos baptizados, com mais de 44 milhões, seguida por Nigéria, com 28 milhões.

Dos 15 países onde houve maior aumento na percentagem de baptizados, quatro estão no continente africano: República Democrática do Congo, Nigéria, Uganda e Angola.

Segundo o Vaticano News, o director internacional da Rede Mundial de Oração do Papa e do Movimento Eucarístico Jovem, o padre Frédéric Fornos, “para que a Igreja em África seja um fermento de unidade entre todos os povos, a comunidade cristã deverá viver mais esta unidade na diversidade, conforme o desejo do próprio Cristo: “que todos sejam um” (João 17,21).

Realizado pela Rede Mundial de Oração do Papa, “O Vídeo do Papa” pode ser visto através do canal do YouTube e na página do Facebook desta iniciativa.

Angop

Tags
Mostrar Mais

Ernesto

Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button