Saúde

Bebés de seropositivas nascem saudáveis em Angola

Um total de 108 bebés de mães seropositivas nasceu livre do VIH-Sida, na Maternidade do Hospital Geral de Ondjiva, província do Cunene, entre Janeiro a Abril do ano em curso, menos 36 em relação a igual período anterior.

Bebés de seropositivas nascem saudáveis em Angola
Bebés de seropositivas nascem saudáveis em Angola

Fotografia: João Gomes|Edições Novembro

Essa informação foi avançada à Angop pela chefe de secção da maternidade, An-gélica da Silva, referindo que as crianças nasceram livres da doença depois das gestantes terem beneficiado do corte de transmissão vertical do vírus VIH. Angélica da Sil-va disse que no período em referência realizaram-se 174 partos por cesariana, que tiveram como causa sofrimento fetal, desproporção céfalo-pélvica, registando-se hipertensão arterial na gravidez que provoca o descolamento prematuro da placenta prévia e a consequente ruptura do útero.
Angélica da Silva explicou que, no geral, a maternidade da maior unidade hospitalar da província, assistiu um total de mil e 487 partos dos quais 42 resultaram nados mortos, contra os 1.445 partos dos atendidos nos primeiros quatro meses de 2018.
A responsável sublinhou que se registaram ainda seis mortes maternas, devido a hemorragia e toxémias, infecção puerpural, ruptura uterina e abortos.
Angélica da Silva aconselha as gestantes a fazerem sempre as consultas de rotina, relacionadas ao sistema de reprodução, para detectar e prevenir as enfermidades e evitar os riscos.
A maternidade do Hospital Geral de Ondjiva, a maior da província, tem capacidade para 50 internamentos e os serviços são assegurados por três médicos e 32 enfermeiras.

JA

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button