Saúde

Covid-19: Angola mantém 36 casos positivos

Luanda - Angola mantém os 36 casos positivos da covid-19, com dois óbitos, 11 recuperados e 23 activos e estáveis, informou hoje (quarta-feira) o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

De acordo com Franco Mufinda, que falava no habitual ponto de actualização da Covid-19, Angola continua com os nove casos de transmissão local.

O secretário de Estado fez saber que o laboratório nacional processou quatro mil 306 amostras, com 36 casos positivos e três mil 504 negativas.

Apontou que a quarentena institucional tem mil e 47 pessoas controladas em todo o país, enquanto os casos suspeitos investigados são 414 e os contactos directos e ocasionais somam 996.

No intuito de conter a propagação da pandemia, Angola observa, desde as 00h00 de domingo (26 de Abril), o terceiro período do Estado de Emergência, a vigorar até às 23h59 do dia 10 de Maio, cumprindo-se 45 dias consecutivos de isolamento social.

Esta é a segunda prorrogação, de 15 dias, do regime excepcional, desta vez com um aligeirar das medidas.

O Estado de Emergência foi decretado a 25 de Março pelo Presidente da República, João Lourenço, após parecer favorável da Assembleia Nacional, e vigorou de 27 de Março a 10 de Abril, tendo sido prorrogado para o período de 11 a 25 do mês corrente.

No quadro da prorrogação, entre restrições e aberturas, voltou a estar interdita a circulação e permanência de pessoas na via pública e passa a ser obrigatório o uso de máscaras para todos os que saírem à rua ou se expuserem em locais públicos.

Entre as imposições, nestes novos 15 dias de cerca sanitária, permanece a obrigatoriedade de os trabalhadores escalados de serviços essenciais, dos sectores público e privado, fazerem-se acompanhar de declarações e passes de serviço.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Jovem Empreendedor , Sonhador , Estudante Do Curso de Técnico De Informática, Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button