Saúde

Doentes querem mais humanização no atendimento hospitalar

Ondjiva - A necessidade do reforço da humanização dos serviços e mudança de posturas na actuação dos profissionais de saúde, para um atendimento de qualidade nos hospitais da província do Cunene, foi defendida hoje, segunda-feira, em Ondjiva, pelos doentes.

Em entrevista à Angop, no Banco de Urgência do Hospital Geral de Ondjiva, Angelina Fernando afirmou que para uma instituição de saúde,  o bom serviço é importante para aumentar a eficácia do tratamento e a satisfação dos que ocorrem para receberem assistência médica.

Eufémia Ndakalako salientou que quando alguém está passando por um momento de fragilidade, os médicos devem ser mais humanistas no atendimento e garantirem que o assistido seja tratado com carinho e dignidade, de forma que o paciente fica motiva e se cria uma empatia entre médico-paciente.

A entrevistada lamentou a atitude demonstrada por alguns enfermeiros e médicos, não só do Hopsital Geral de Ondjiva, particularmente nos finais de semanas, onde se assiste o pouco humanismo e profissionalismo dos profissionais hospitalares, em que muitas vezes o paciente fica horas para ser assistido por um técnico.

Avelino Kamati disse que muita das vezes o mau a atendimento nos hospitais é mesmo por negligência dos próprios profissionais, apelando a uma mudança de atitude por parte dos médicos e enfermeiros, exercendo o seu trabalho com brio, humanismo, competência e eficácia.

Por seu turno, o director do Hospital Geral de Ondjiva, Esteve Mendes, referiu que as formas de atendimento aos doentes devem influenciar positivamente para o melhoramento dos pacientes, apelando a denunciar os médicos e enfermeiros em caso de mau atenidmento nos hospitais.

O Hospital Geral de Ondjiva, a maior unidade hospitalar no Cunene conta com 35 médicos e 270 enfermeiros, atende uma media diária de 600 a 700 pessoas com patologias diferentes, provenientes dos vários pontos da província.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Jovem Empreendedor , Sonhador , Estudante Do Curso de Técnico De Informática, Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button