Saúde

Humpata ganha hospital municipal

Humpata - Duzentos e 50 milhões de Kwanzas é o valor consumido na reabilitação, ampliação e apetrechamento de um hospital municipal da Humpata, com 120 camas.

A nova unidade sanitária, inserida no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), conta com uma nova ala dos serviços de maternidade, pediatria, laboratórios de análises clínicas.

Ocupando uma área de cinco mil metros quadrados, a unidade comporta igualmente banco de urgências, enfermaria, cozinha, gabinetes, além de um parque de estacionamento amplo.

Falando à margem do acto de reinauguração, o governador da Huíla, Luís Nunes, afirmou que vai oferecer melhoria e qualidade no atendimento cada vez mais humanizado às populações, que antes percorriam 22 quilómetros até ao Lubango em busca de serviços de saúde.

Segundo ele, a reabilitação do hospital local faz parte de um conjunto de 176 projectos sociais em curso na província da Huíla, no âmbito do PIIM.

O ministro de Estado para a Área Económica, Manuel Nunes Júnior, na qualidade de coordenador do PIIM, inaugurou, desde sábado, várias infra-estruturas no Lubango, Caluquembe e Humpata.

Lançado em Agosto de 2019, pelo Presidente da República, João Lourenço, o PIIM inicial previa 236 acções, nos sectores da saúde, educação, construção e obras públicas, infra-estruturas administrativas, estradas energia e águas, segurança e ordem pública, urbanismo, e saneamento básico.

Criado para abranger os 164 municípios do país, tem um valor total de USD dois mil milhões, provenientes do Fundo Soberano de Angola.

Este plano congrega necessidades e iniciativas dos municípios, ajustadas às prioridades locais e aos anseios da população. Pretende-se, igualmente, que os órgãos da administração local respondam por 68 por cento da programação, enquanto os outros 32 % serão da responsabilidade central.

A meta é disponibilizar quatro mil salas de aulas, por todo o país, assim como construir, reabilitar e apetrechar mais unidades sanitárias. Em simultâneo, prevê-se a construção de oito edifícios para o funcionamento das autarquias locais, 500 escolas primárias e 36 complexos administrativos.

Os programas, projectos e acções inscritos no PIIM incidem, fundamentalmente, nos sectores da saúde, construção e obras públicas, urbanismo, energia e águas, segurança e ordem pública, saneamento básico e infra-estruturas, administrativas e autárquicas, e, por último, intervenção nas vias de comunicação.

O PIIM privilegia, no plano operacional e a curto prazo, um conjunto de iniciativas viradas para implementação das políticas plasmadas no Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN 2018-2022), articulado com o Plano Nacional Estratégico da Administração do Território (PLANEAT 2015-2025).

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Jovem Empreendedor , Sonhador , Estudante Do Curso de Técnico De Informática, Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button