Saúde

Morre músico Manu Dibango vítima de Covid-19

Luanda - O saxofonista camaronês Manu Dibango morreu hoje em França aos 86 anos, vítima da covid-19, disse à France Presse Thierry Durepaire que geria a carreira do famoso músico de afro-jazz.

O autor de “Soul Makossa” (1972) – um dos primeiros temas de afro-jazz conhecido mundialmente – morreu hoje de madrugada num hospital da região de Paris.

“As cerimónias fúnebres vão decorrer de forma restrita, em ambiente familiar, mas vai ser realizada uma homenagem assim que seja possível”, refere a mensagem que acaba de ser publicada na página oficial do saxofonista na plataforma digital Facebook.

“Soul Makossa”, o tema que tornou Manu Dibango mundialmente famoso era inicialmente o lado B de um single (45rpm) que continha um hino de homenagem à equipa de futebol dos Camarões por ocasião da Copa Africana, em 1972.

Logo após a edição do primeiro trabalho, a música de Manu Dibango foi notada pelas estações de rádio de Nova Iorque.

Nos anos 1980 Manu Dibango acusou o norte-americano Michael Jackson (1958-2009) de lhe ter plagiado uma música que fazia parte do alinhamento do álbum “Thriller” tendo o saxofonista dos Camarões conseguido um acordo financeiro como forma de compensação de direitos de autor.

Manu Dibango já actuou em espectáculos em Angola.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Jovem Empreendedor , Sonhador , Estudante Do Curso de Técnico De Informática, Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button