JustiçaSociedade

Antigo director da TPA leva a Tribunal líder do Movimento dos Estudantes Angolanos

Começa na próxima segunda-feira, (01/07/2019), o julgamento de Francisco Teixeira, presidente do Movimento dos Estudantes Angolanos, que em 2017 teve trocas de palavras com o  antigo director de informação da Televisão Publica de Angola, Gonçalves Ihanjica. O desentendimento deveu-se a acusações que insinuavam o profissional  da comunicação social  como sendo  “um dos culpados no crime contra humanidade que decepou milhares de cidadãos angolanos, após um ataque mortífero da febre amarela em 2016.”

Antigo director da TPA leva a Tribunal líder do Movimento dos Estudantes Angolanos
Antigo director da TPA leva a Tribunal líder do Movimento dos Estudantes Angolanos

Estão arrolados no processo como declarantes, o jornalista Alexandre Cose por ter estado no momento em que Francisco Teixeira e  Gonçalves Ihanjica tiveram trocas de palavras por telefone.   Outro declarante é o jornalista  Jorge Eurico a quem lhe é atribuído  o teor de uma carta reivindicativa no seio dos funcionários da TPA.

Na referida  carta assumida pelos funcionários da TPA,  Ihanjica que ocupava o cargo de Administrador Executivo e Director de Informação até 2017, era descrito  como tendo se “aproveitado do cargo para escamotear a verdade e esconder as mortes de mais de milhares de angolanos para não manchar a antiga gestão de José Eduardo dos Santos.”

Em função da alegada acusação, o antigo responsável da TPA,   decidiu levar o caso a tribunal para as devidas responsabilidades.

Francisco Teixeira, o acusado das delgadas injurias,  está arrolado neste caso que tem como numero de processo (2118/017-02-SIC)  e instruído por  Paulo Paca, do SIC.

De lembrar que o  líder estudantil foi ouvido pela primeira vez no dia 18 de Junho de 2018.

*Rui Santiago
Fonte: Club-k.net

 

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button