Armamento descoberto na lavra (Angola)

Um grupo de agricultores na comuna de Cambândua, localidade que dista a 50 quilómetros a sul do Cuito, Bié, denunciou quinta-feira  às autoridades policiais a existência de um paiol de armamento diverso, nos seus campos de cultivo.

O armamento foi descoberto durante a lavoura
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

A camponesa Teresa Lohuma diz que o esconderijo foi descoberto quando um grupo de trabalhadores do campo desbravava a terra, com pretensão de aumentar o perímetro da produção.
Teresa Lohuma explica que no decorrer das actividades foram confrontados com grande quantidade de material bélico, que por sorte não causou danos humanos. Acrescenta que prontamente o caso foi denunciado à Polícia Nacional.
“Estamos com receio de prosseguir com as nossas actividades no campo, visto que a área é propensa à existência de material de guerra”, relatou a camponesa. O chefe do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Comando Provincial da Polícia Nacional no Bié, superintendente chefe António Hossi, confirmou ao Jornal de Angola a descoberta do paiol militar, constituído por armas diversas, que já foi  desactivado pelo Instituto Nacional de Desminagem (INAD) e garante estarem a alargar as áreas de intervenção, com o desbravamento da terra, para a identificação de possíveis paióis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *