DestaqueSociedade

INEFOP forma anualmente 40 mil jovens em todo o país

O Instituto Nacional de Formação Profissional(INEFOP), adstrito ao Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social(MAPTSS) forma anualmente 40 mil jovens em todo o território nacional.

INEFOP forma anualmente 40 mil jovens em todo o país
INEFOP forma anualmente 40 mil jovens em todo o país

Angola forma anualmente 40 mil jovens
Fotografia: DR

A informação foi avançada, ontem, pelo director-adjunto do INEFOP, António Pereira, no decorrer da visita de campo efectuada pelo governador de Luanda, Sérgio Luther Rescova, aos centros de formação profissional da capital do país.

Só em Luanda são formados 18 mil jovens com valências em diversas especialidades, sendo os cursos mais solicitados os de Mecânica,Electricidade, Canalização, Corte e Costura e Refrigeração.
O director-adjunto do INEFOP considera que os esforços encetados por orientação do MAPTSS são valiosos, pelo que incentivou os jovens a apostarem no empreendedorismo, após a conclusão da formação, sendo esta “a melhor forma de se manterem ocupados”.
Durante a visita de campo, Sérgio Luther Rescova visitou os centros de formação do INEFOP localizados no Prenda, Talatona e Cazenga, onde se inteirou do seu funcionamento e do nível de adesão dos jovens. Rescova aproveitou o momento para enaltecer a atitude positiva dos jovens na busca permanente de capacitação técnica e profissional.
Como nota de reportagem, no centro de formação do Prenda, o governador provincial de Luanda reencontrou Banguila João, viúvo da zungueira Joana Kafrique, que foi atingida mortalmente por um disparo de arma de fogo de um efectivo da Polícia Nacional, no bairro Rocha Pinto.
Na oportunidade o Governador motivou o jovem a continuar com a formação para que, no final, adquira conhecimentos e habilitações que os permite a encontrar um emprego condigno que garanta o sustento da sua família.
O viúvo de Juliana Kafrique frequenta desde o passado dia 23 o curso técnico de electricidade para adquirir a qualificação adequada ao perfil do emprego que lhe foi garantido pelas autoridades, após a morte da esposa.
No centro do Cazenga, o governador encontrou João Kafrique, irmão da falecida Juliana Kafrique, que se mostrou grato pela oportunidade que lhe foi proporcionada pelas autoridades e espera corresponder às expectativas.

JA

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button