Sociedade

Ministro da Comunicação Social avalia sector no Huambo

Huambo - As condições de trabalho dos órgãos de Comunicação Social no Huambo e o grau de execução das obras de construção do Centro de Formação de Jornalistas estão a ser avaliados hoje (quarta-feira) pelo titular da pasta, Nuno Albino Caldas, que efectua uma visita de 24 horas à província.

À chegada, oriundo da província do Bié, por via terrestre, governante manteve um encontro de cortesia com a governadora provincial do Huambo, Joana Lina, com quem abordou aspectos de interesse comum.

O ministro, acompanhado pelos presidentes dos conselhos de administração da ANGOP, Josué Salusuva Isaías, da Rádio Nacional de Angola (RNA), Marcos Lopes, da Televisão Pública de Angola (TPA), Francisco Mendes, e das Edições Novembro, Victor Silva,   desenvolve uma intensa jornada de trabalho.

Visita o Gabinete da Comunicação Social o projecto Gráfica ex-Cuper, na zona industrial da Chiva, e o futuro Centro Regional de Formação de Jornalistas, cujas obras iniciaram em 2014.

O imóvel, com 16 salas de aula, para 670 alunos, contempla uma secretaria-geral, salas de professores, de reuniões, gabinetes de apoio e de coordenação, estúdios de rádio, de televisão e fotografia, sala de gravação, de informática, de redacção, área técnica, de montagem completa, de montagem simples e de maquilhagem, que servirão para os formandos aliarem a teoria à prática.

O Centro terá igualmente 87 dormitórios, auditório para 300 pessoas, restaurante com uma esplanada para 340 lugares, anfiteatro aberto, biblioteca, casas de passagem do tipo T4, quadras desportivas e um edifício técnico, além de um posto médico, arruamentos, espaço verde, tratamento de águas residuais, parque de estacionamento com capacidade para 100 viaturas e 4,90 quilómetros de guias de betão/lancil.

O ministro, cuja delegação integra também o director do Centro de Formação de Jornalistas (CEFOJOR), Joaquim Paulo, vai constatar o funcionamento das delegações locais da ANGOP, das Edições Novembro, do Centro de Produção da TPA, da Emissora Provincial do Grupo Rádio Nacional de Angola, do Centro de Produção da Rádio Caála, todos públicos, as rádios Mais e Ecclésia (privadas), dem como a Casa de passagem do ministério.

Estão igualmente previstos encontros em separado com o arcebispo da Igreja Católica no Huambo, dom Zeferino Zeca Martins, representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Nacional e profissionais e associações da Comunicação Social.

Localizada no planalto central de Angola, a província do Huambo, com uma extensão de 35.771 quilómetros quadros, registou, em  1962, a primeira transmissão televisiva no país, nas instalações da Rádio Clube de Nova Lisboa,

Tem dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, distribuídos em 11 municípios e cuja maioria tem a agricultura como principal fonte de sustento.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Jovem Empreendedor , Sonhador , Estudante Do Curso de Técnico De Informática, Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button