Sociedade

Polícia lamenta morte de adolescente em Benguela

Luanda - As Forças da Ordem e Segurança lamentaram hoje, em Luanda, a morte de um adolescente de 17 anos, alvejado acidentalmente, essa quinta-feira, em Benguela, na tentativa de reposição da ordem durante uma contenda ocorrida nessa região.

Polícia lamenta morte de adolescente em Benguela

14 Maio de 2020 | 21h06 – Sociedade

Luanda – As Forças da Ordem e Segurança lamentaram hoje, em Luanda, a morte de um adolescente de 17 anos, alvejado acidentalmente, essa quinta-feira, em Benguela, na tentativa de reposição da ordem durante uma contenda ocorrida nessa região.

  • – Sub-comissário Waldermar José, Porta-Voz da Polícia

Em nome das forças de defesa e segurança, o sub-comessário Waldemar José lamentou o sucedido, afirmando que, “embora lamentamos a morte, reiteramos que não se pode resistir às forças da ordem”.

A situação ocorreu no Mercado do Peixe, na sequência de uma operação policial que visava repor a ordem e tranquilidade no local, depois de um grupo de jovens ter sido acusado de roubar peixe numa bancada e resistir à tentativa de detenção.

Perante o tumulto provocados pelos jovens contra as forças de defesa e segurança, que usaram catanas, pedras e facas, os agentes se sentiram obrigados a dispersar a população com tiros, tendo alvejado mortalmente o cidadão de 17 anos e um outro ficou ferido.

Ainda em Benguela, nas últimas 24 horas, as forças da ordem registaram um homicídio de um cidadão, protagonizado por meliantes, por volta das 21h00. Os marginais abordaram o cidadão e este resistiu ao assaltado tendo sido morto.

A fonte informou igualmente a detenção, em Benguela, dos promotores de eventos Nino Republico e Trixu, denunciados nas redes socais por terem promovido uma festa em época de quarentena, numa acção, supostamente, de beneficência.

Por lotarem até a capacidade máxima dos autocarros, violando as normas do Decreto Presidencial que orienta até a metade, informou, foram detidos três motoristas da transportadora TCUL, que devem ser julgados esta sexta-feira.

As forças da ordem e segurança prometem encerrar mercados formais e informais que estão a incumprir as normas de distanciamento entre os vendedores, o uso da máscara, as medidas higiénicas, entre outras.

“Nos próximos dias, vamos aplicar outras medidas duras para deixar a cidade mais desértica”, avisou, reiterando que os praticantes de desporto façam-no apenas até as 19h00 e no raio de dois quilómetros até a sua casa.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Jovem Empreendedor , Sonhador , Estudante Do Curso de Técnico De Informática, Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button