Sociedade

Restabelecido abastecimento de água potável à cidade do Huambo

Huambo - O abastecimento de água potável à cidade do Huambo foi já restabelecido, a 50 porcento, esta quinta-feira, sete dias depois da chuva ter afectado o sistema eléctrico das duas estações de captação, tratamento e distribuição de água a partir do rio Kulimañhala.

O facto foi avançado à Angop pelo Presidente do Conselho de Administração da Empresa de Águas, Adolfo Elias Gomes, referindo que as cheias haviam atingido meio metro de altura nas duas captações, tendo resultado na destruição de 16 dínamos, o que obrigou a paralisação do fornecimento de água à cidade e a periferia.

Nesta altura, disse, “voltaram ao abastecimento de água potável aos habitantes da cidade Baixa, bairros do S. José, S. João, Benfica, Rua do Comércio e seus arredores e parte da cidade Alta, que corresponde ao hospital central”.

O responsável explicou que as inundações tiveram maior incidência na antiga captação, que abastece água potável à cidade baixa e seus arredores, mas que a equipa continua a empreender esforços para repor o normal abastecimento de água aos mais de 20 mil consumidores controlados pela empresa de Águas na cidade do Huambo.

Investimentos no sector das águas no Huambo

Nesta altura, decorrem os primeiros ensaios para o funcionamento do centro de captação, tratamento e abastecimento de água potável, a partir do rio Kunhongamua (Huambo), com capacidade para bombear 46 mil metros cúbicos por dia.

Adolfo Elias Gomes informou que a entrada em funcionamento, no decurso deste ano, do novo centro, em  construção desde 2016 e cujas obras de execução estão a 90 por cento, está previsto para o primeiro trimestre de 2020.

Acrescentou que o empreendimento vai melhorar a qualidade de vida de um milhão e 60 mil pessoas, com acesso ao produto, contra os actuais 21 mil controlados pela instituição.

De igual modo, foram construídos mais quatro centros de distribuição de água, na zona do Quartel-General da Região Militar Centro, no bairro Santo António, nas imediações da escola Deolinda Rodrigues, assim como nas zonas do Belém e do bairro São João, todas elas nos arredores da cidade do Huambo.

Referiu que o projecto, constituído por dois lotes, está avaliado em 163 milhões, 640 mil e 443 dólares norte-americanos, sendo que para o lote 1, orçada em 72 milhões e 471 mil dólares norte-americanos, estão em curso trabalhos de construção do novo sistema de captação, tratamento, transmissão e reservatório, capaz de bombear mil e 900 metros cúbicos por hora.

Já no lote 2, com um valor global de 91 milhões, 169 mil e 443 dólares norte-americanos, foram executadas as obras de construção de três centros de distribuição, reservatórios, com cinco mil metros cúbicos de capacidade e uma estação elevatória.

Ainda no quadro do lote 2, disse que foi construído um reservatório elevado a 15 metros, com 500 metros cúbicos, sistemas de cloragem, construção de 315 quilómetros de rede de distribuição e a realização de 21 mil ligações domiciliares.

Actualmente, de acordo com o responsável, são controladas 33 mil ligações domiciliares na cidade do Huambo, prevendo-se, com a conclusão dos trabalhos de reestruturação da rede antiga, financiados pela linha de crédito da China e do Banco Mundial, elevar este número para 90 mil, incluindo as zonas industriais.

Disse ainda que a instituição que dirige está a beneficiar, de forma faseada, de 26 milhões, 109 mil e 159 dólares norte-americanos do Banco Mundial (BM), para o financiamento adicional do projecto de construção de 195 quilómetros da rede de distribuição do produto.

O financiamento destina-se, também, a instalação de 41 mil novas ligações domiciliares, na cidade do Huambo, um valor que está a ser empregue desde Julho do ano passado.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Jovem Empreendedor , Sonhador , Estudante Do Curso de Técnico De Informática, Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button