Sociedade

Stella Maunga, a Filha de Savimbi

Por José Gama

Stella Maunga, a Filha de Savimbi
Stella Maunga, a Filha de Savimbi

A sua primogénita, é com a nacionalista sul africana Stella Maunga, a mesma que trabalhou com Nkwame Kruma e Nasser do Egipto. A Nanike, nasceu no Egipto e estudou em escolas privadas na Inglaterra pagas pelo pai. Ao tempo da guerrilha, a Nanike foi, entre os filhos de Savimbi, a principal alvo do governo de Angola. Ela recusou “milhões de dólares” para falar mal do pai. Os filhos biológicos de Savimbi falam bem do seu pai. Este acompanhava de perto os seus estudos. Eles contam que o pai era muito exigente com eles. Não admitia reprovações e telefonava sempre na data de aniversario de cada um. Pedia-lhes para que estudassem alertando que o que ele tinha pertencia ao partido e ao povo angolano.

Em meados da década de 80, quando o general José Samuel Chiwale caiu em desgraça, Savimbi chamou para si, a tutela do filho deste Adriano Sapinala, e uma irmã colocando-os a viver num internato na base Kwame Kruma, ao lado dos seus próprios filhos. O filho do General Dembo, conta que da última vez que se despediu de Jonas Savimbi, nas matas do Moxico, o velho bateu-lhe no ombro dizendo “Djeff, estás um homem grande tenha força e muita coragem, não te deixes abalar com esta situação, isso vai passar”.

Todos estes dirigentes e jovens da UNITA tem um testemunho e vivencia muito profunda e marcante com Savimbi, dai a sua entrega total no processo das suas exéquias fúnebres. Savimbi doutrinou os militantes do seu partido a terem-no como pai. Por isso dizíamos que é necessário estudar a relação de Savimbi com os seus militantes. É de pai para filhos. Em África, um filho não mata o pai. A UNITA não “mataria” a imagem Savimbi para agradar os adversários do seu líder fundador como também o MPLA não “mataria” NETO pelas mortes no “27 de Maio de 1977”, nem a FNLA fará com Holden pelos antecedentes de Kinkunzi. Os erros destas figuras não lhes retira as suas credencias de combatentes pela independência de Angola.

Fonte: Facebook

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button