AngolaDestaqueTurismo

“Angola pode ser o Dubai de África” – Bulut Bagci

Em entrevista ao Mercado à margem da reunião do Fórum Mundial do Turismo, Bulut Bagci deu o exemplo do Dubai como um país também dependente do petróleo que se ‘virou’ para o turismo e, em 10 anos, tornou-se um destino de sucesso.

“Angola pode ser o Dubai de África” - Presidente do Fórum Mundial do Turismo
“Angola pode ser o Dubai de África” – Presidente do Fórum Mundial do Turismo

“Angola pode ser o Dubai em África dentro de 10 anos”, disse o responsável, para quem a aposta no turismo é algo que depende “de uma visão política, das lideranças”, e que o Presidente João Lourenço já mostrou ter esta perspectiva.

Bulut Bagci reiterou que o Fórum se comprometeu com o Governo angolano a apoiar na angariação de mil milhões USD na indústria turística, e explicou que a entidade está a colocar a sua rede de influência ao serviço do País.

“Estamos a colocar a nossa rede internacional para apoiar, estão aqui [no Fórum] todas as grandes cadeias hoteleiras e outros grupos, incluindo a TUI, o maior operador turístico mundial”, afirmou. “Estas pessoas não viriam aqui se não tivessem interesse em investir, há interesse em investir em Angola, sobretudo transformar as oportunidades já identificadas em realidade”, disse.

Bulut Bagci avançou que, nos próximos “três quatro meses, no máximo” deverão surgir anúncios de investimento na ordem dos 300 milhões USD, e garantiu que, até ao final do ano, haverá um hotel em Luanda operado por uma grande cadeia internacional. “O anúncio será feito pelo Governo”, disse, escusando-se a avançar com detalhes.

Outro ponto em que o Fórum Mundial do Turismo vai apoiar Angola é na mudança de percepção que há do País no exterior, que por vezes ainda é negativa, afirmou, e exortou o Governo a melhorar a política de vistos, que, apesar das melhorias, continua a ser “um dos maiores desafios” em termos de atracção de turistas.

O Fórum Mundial do Turismo está a reunir em Luanda até ao próximo sábado, dia 25. O encontro foi aberto pelo Presidente João Lourenço que apelou ao investimento estrangeiro no sector.

Fonte: Mercado.co.ao/AF

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button