AngolaNotícias

Vazamento de fotos do cadáver de Beatriz causa demissão

O Serviço de Investigação Criminal (SIC),  afastou recentemente um oficial tido como o responsável pelo vazamento,  nas redes sociais,  de  imagens sensíveis do cadáver da ex-apresentadora da TPA, Beatriz Fernandes  e de seu amigo Jomance Muxito, tiradas no dia anterior ao assassinato.
Nas imagens era possível ver  os cadáveres estendidos no local do crime  com marcas de tortura e humilhação.  O SIC, considerou internamente como graves a ação de vazamento das imagens razão pela qual decidiu sancionar o responsável de tal pratica,  que é um jovem oficial  (nome deliberadamente omitido) recém regressado de uma formação em Moscovo.
De acordo com as investigações, Beatriz Fernandes terá sido morta a mando de um    empreendedor  com quem  a mesma mantinha uma antiga relação  de  proximidade e que nos últimos anos  ajudou a mesma a  erguer uma vivenda, nos arredores do município de Viana.   O empreendedor, segundo estima a investigação,  terá se sentido desiludido ao aperceber-se  que Beatriz Fernandes estaria frequentemente a beneficiar de boleia de carro,  de um jovem mais novo,  Jomance Muxito. A evidencia que teve foi quando mandou investigar e enviaram lhe uma fotografia de Jomance Muxito na sala da casa da falecida.
No seguimento do assassinato a policia de  investigação criminal apresentou um grupo de cidadãos estrangeiros que se julgava serem os autores do crime.  Por outro lado, dias apos ao enterro, foi também detido o esposo (estavam em fase de divorcio) da falecida, para interrogatório mas acabou sendo posto em liberdade depois de a policia de investigação ter ficando convencida de que ele não estava  ligado ao crime que resultou na morte da mãe dos seus dois filhos.
Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button