Covid-19: Associação Osãi dá assistência psico-social

 

“Este projecto pretende prestar apoio mental, emocional, psicológico e alimentar a todos que, por várias razões, vivam de alguma forma desmotivados, principalmente nesta fase dessa doença letal”, discreve uma nota da referida asssociação, chegada hoje à Angop.

De acordo com a presidente (socióloga) da Osãi, Sofiana M’Bakassy, o apoio familiar nestas situações é muito importante, sobretudo para crianças e jovens que muito sonham, a exemplo de um grupo apoiado, na sexta-feira última, na “Tenda do Kilamaba”.

A iniciativa, refere a nota, associou-se a uma Cozinha Comunitária que serve diariamente (desde Março) as três principais refeições a uma média de 300 crianças e jovens com idades entre os 6 meses e os 18 anos, que todos os dias saem de casa a procura de alimento naquele recinto.

“Um momento com o humorista Gilmário Vemba, parceiro da Osãi, fez igualmente parte do programa, para a alegria das crianças e jovens, que se mostraram satisfeitos pela presença do artista que prontamente abraçou a causa, que envolve actividades ludo-educativas”, explica.

Segundo a nota, o programa inclui acções e cognitivo-comportamentais e ligadas ao objecto social da Osãi (questões de saúde mental com foco no stress, ansiedade e depressão), desenvolvidas por profissionais do Núcleo dos Psicólogos Sem Fronteiras, liderado por Emanuel Capita.

A parte final do programa, salienta o documento, incluiu uma entrega simbólica de alimentos não perecíveis à Cozinha Comunitária e ainda a participação dos membros da Osãi, recebidos por Aida Silva, directora para a Área Social da Admnistração do Distrito do Kilamba, na doação de sexta-feira.

A Associação Osãi existe desde Novembro de 2019 e pretende contribuir para a saúde e bem-estar dos angolanos, em matérias de educação de qualidade, inclusiva e equitativa; de Justiça; na promoção da paz e no desenvolvimento sustentável; e ajudar na construção de instituições credíveis.

  • Adicione seu comentário