Covid-19: Detido cidadão por auxílio à imigração ilegal

06 Julho de 2020 | 19h58 – Sociedade

Mbanza Kongo – A Polícia de Guarda Fronteira deteve esta segunda-feira, na comuna fronteiriça do Luvo, município de Mbanza Kongo, província do Zaire, um cidadão nacional acusado de facilitar a entrada ilegal ao país de uma cidadã da República Democrática do Congo (RDC).

Os dois foram detidos no bairro Boa, sede comunal do Luvo, depois de terem atravessado a fronteira por caminhos clandestinos, informa a corporação em nota enviada hoje, segunda-feira, à ANGOP.

O objectivo dessa imigrante ilegal, segundo o informe, era de fixar residência na comuna do Luvo para depois seguir viagem à capital do país, Luanda. A detenção dos dois resulta de uma denúncia pública.

Os acusados já foram entregues à Comissão Provincial Multissectorial de Prevenção e Combate à Covid-19 para o cumprimento da quarentena institucional em Mbanza Congo e posteriores medidas punitivas.

Mesmo com a cerca sanitária em vigor no país por conta da covid-19, a fronteira terrestre da província do Zaire continua a ser palco de constantes violações por cidadãos da RDC, com auxílio de alguns nacionais.

Situada a norte de Angola, a província do Zaire partilha 330 quilómetros de fronteira com a RDC, sendo 120 quilómetros de fronteira terrestre e 190 quilómetros de fronteira fluvial, através do rio Zaire.