Vila comunal da Chiyaca às escuras há um ano

Chinjenje – A vila comuna da Chiyaca, município do Chinjenje, contínua privada do fornecimento energia eléctrica, um ano depois da avaria técnica dos dois grupos geradores, com uma potência de 44 Kva, soube hoje, quinta-feira, a ANGOP.

A ANGOP apurou o facto durante a visita de trabalho que a governadora Lotti Nolika efectuou, na tarde desta quinta-feira, a localidade, situada a 154 quilómetros da cidade do Huambo, com objectivo de identificar os principais problemas que afligem os 14 mil e 385 habitantes.

Segundo uma fonte da administração local, com esta avaria, um total de 403 famílias ficou privada do consumo de energia eléctrica, incluindo a rede de iluminação pública que também ficou prejudicada.

Entre as dificuldades apresentadas à governadora, consta o corte de combustíveis, para abastecer o grupo gerador da administração local, de modo a garantir o normal funcionamento da instituição.

Em resposta, a governadora Lotti Nolika defendeu a infra-estruturação da localidade, com a construção de empreitadas de impacto económico-social, capazes de melhorar a qualidade de vida da população local.

Deste modo, a governante disse que uma das grandes preocupações consiste na reabilitação dos 36 quilómetros entre a sede comunal e a vila municipal do Chinjenje, com objectivo de tornar a circulação de pessoas e bens mais segura e fluida.

Nesta localidade, encontra-se um dos cinco reinos da província do Huambo, concretamente o da Chiyaca, que abrange os municípios do Ucuma e Longonjo (província do Huambo), Ganda, Cubal e Caimbambo (Benguela), Seles (Cuanza Sul), Caluquembe, Caconda e Chongoroi (província da Huíla).

  • Adicione seu comentário