Huawei investe 60 milhões na construção de parque tecnológico em Angola

 

O vice-presidente angolano Bornito de Sousa reuniu-se nesta  (27) de Agosto, com o representante da Huawei em Angola Chu Xiaoxin, para acertos sobre a construção do novo parque tecnológico que deverá estar concluído até Dezembro de 2021.

Para o novo investimento chinês no país, será investido cerca de 60 milhões de dólares, anunciou esta quinta-feira o CEO da gigante tecnológica chinesa em Angola, Chu Xiaoxin. A informação da construção do novo parque tecnológico, em Talatona, Luanda, terá três centros, com a previsão de término em Dezembro de 2021, segundo avançou Xiaoxin no findar da audiência concedida pelo vice-presidente da República, Bornito de Sousa.

O projecto tem como foco a formação para talentos e engenheiros angolanos, o segundo vocacionado à inovação para as novas tecnologias e um terceiro para experiências tecnológicas avançadas. Numa primeira fase, o parque tecnológico vai assegurar a formação de mais de 1500 talentos e engenheiros, posteriormente assegurar a formação on-line, podendo abranger o universo ilimitado de beneficiários.

Chu Xiaoxin considerou o mercado angolanos como um dos mais importante no continente africano, pese embora a pandemia tenha afectado negativamente os negócios da empresa chinesa.

Fundada em 1987, por Ren Zhengfei, a Huawei está actualmente presente em 170 países e conta com 180.000 trabalhadores. A multinacional está em Angola há quase 20 anos a prestar serviços nas áreas de sistemas e equipamentos ao sector público e privado.

Com filiais em todo o mundo, a multinacional lançou, em 2017, o Programa “Huawei Academia” na UCAN para ajudar estudantes a iniciar uma carreira

  • Adicione seu comentário