Unitel investe na disponibilização de serviços de comunicação ao ministério da saúde

A UNITEL, com base na sua Política de Responsabilidade Corporativa, está a implementar a disponibilização de serviços de telecomunicações, com conectividade e/ou Internet banda larga fixa, atribuídas às unidades hospitalares do País, com vista a criar soluções alternativas de comunicação para todos os organismos afectos ao Ministério da Saúde (MINSA).

O objectivo deste investimento por parte da UNITEL é garantir recursos tecnológicos eficientes para a prestação de serviços de saúde (telemedicina, comunicação institucional e outros) de alta fiabilidade, durante o combate da pandemia “COVID-19” e não só.
A disponibilização dos serviços vai ser implementada de acordo as necessidades do MINSA, e vai ocorrer em duas fases para 746 diferentes Unidades Hospitalares e Instituições em todo o País. Na primeira fase, orçada em mais de $3 milhões de dólares (USD), serão contempladas 126 Instituições. Na segunda fase, que irá iniciar em 2021, serão abrangidas um total de 620 Instituições.
Além da implementação dos pontos de conectividade, a UNITEL compromete-se em garantir a operação e a manutenção dos serviços de forma gratuita para os próximos 2 anos, além de garantir o serviço wifi que será suportado pela sua rede de fibra óptica.
Foram já implementados em Luanda, 4 pontos de acesso à Internet, de um total de 58 planeados, nomeadamente:
1. Sede do MINSA;
2. Centro de Tratamento da Barra do Kwanza;
3. Centro de Quarentena da Barra do Kwanza
4. Hospital Américo Boavida.
Neste momento, e ainda em Luanda, estão em execução 8 pontos de acesso:
1. Maternidade Lucrécia Paim;
2. Hospital do Prenda;
3. Hospital Militar;
4. Delegação Municipal da Saúde no Cazenga;
5. Centro de Quarentena – Calumbo II;
6. Clinica Girassol Viana;
7. Hospital dos Cajueiros;
8. Hospital do Cacuaco.
Em Cabinda, encontram-se em implementação 2 pontos:
1. Gabinete Provincial da Saúde;
2. Hospital Geral/Provincial.
O fornecimento de soluções tecnológicas para a melhoria da saúde pública é um dos aspetos chave da Política de Responsabilidade Corporativa da UNITEL, sendo o objetivo principal a redução das principais causas de mortalidade e morbilidade em Angola, em alinhamento com o Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN) 2018-2022, bem como os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS), Agenda 2030, da qual Angola é signatária.

  • Adicione seu comentário