Antes da luta final, Anderson Silva participa do ‘Conversa com Bial’

O atleta é o entrevistado desta quinta-feira, dia 29, e comenta sobre a sua despedida e as maiores conquistas da sua trajetória nas artes marciais

O lutador Anderson Silva é o convidado desta quinta-feira, dia 29, do ‘Conversa com Bial’. No programa, o entrevistado dá detalhes sobre a sua luta de despedida, que acontece neste sábado (31), contra o jamaicano Uriah Hall, e relembra algumas de suas vitórias mais marcantes nas artes marciais. Entre elas, o duelo contra Vitor Belfort, um dos mais aguardados pelos fãs do desporto, e a reviravolta na luta contra o americano Chael Sonnen. Anderson Silva também volta ao passado e fala no programa sobre as lições ensinadas por Edith, a tia que o criou, além da sua relação com Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro. O entrevistado ainda comenta sobre os dois episódios de doping da sua carreira e adianta os seus planos para o futuro, após a sua despedida do octógono.

Depois de 34 combates, 24 vitórias e quase 25 anos de carreira, Anderson Silva se prepara para lutar pela última vez no próximo sábado, dia 31, contra Uriah Hall. No ‘Conversa com Bial’, o atleta fala sobre a expectativa para a luta final, traçando um paralelo com a sua infância e os momentos mais marcantes da sua carreira no desporto. E, sobre a despedida: “Eu amo lutar, eu adoro lutar, é o meu ar, mas eu acho que a minha história com o UFC acaba por aqui”.

Durante a entrevista, Anderson Silva também comenta sobre os treinos e a preparação para o desafio deste fim de semana. Neste processo, o entrevistado conta com a ajuda do filho Gabriel, de 23 anos, que segue trilhando os mesmos caminhos do pai e é chamado por ele de seu “sucessor”. O lutador revela o conselho que dá ao herdeiro: “Você tem que fazer com muito amor, estar de coração aberto para receber toda a energia, tanto positiva quanto negativa, para ter um balance e conseguir filtrar o que serve e não serve para você”.

Ainda no ‘Conversa com Bial’, Anderson Silva analisa a expectativa do público e a relação entre vitória, raiva e derrota, e revê imagens das suas lutas contra Vitor Belfort e Chael Sonnen, considerado por muitos como o seu grande rival: “Eu acho que essa foi a maior surra que eu tomei em toda a minha vida”, brinca o entrevistado sobre a disputa contra o americano. No programa, Anderson Silva também menciona as figuras responsáveis por marcar a sua carreira, dentro e fora do octógono, como a tia Edith e os lutadores Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro. Questionado por Pedro Bial se acredita ser o maior de todos, ele responde, mencionando outros grandes atletas brasileiros: “Eu acho que eu cheguei ali. Estou perto dos melhores que estão neste game”.

Ainda na entrevista, Anderson Silva conta quais serão os seus próximos passos, após a luta final: “É uma coisa que as pessoas não sabem muito, eu gosto de escrever. Eu escrevo e roteirizo muita coisa (…) Você tem que estudar muito e é uma coisa que eu estou fazendo”. E ainda: “Eu acho que eu vou conseguir fazer a diferença nesse caminho, deixando uma mensagem subliminar para as pessoas sobre um determinado assunto”.

Com direcção artística de Mônica Almeida, o ‘Conversa com Bial’ vai ao ar todos os dias de segunda a sexta-feira, às 23 horas, no Globo HD, posição 10 da ZAP. Pode ainda aceder aos conteúdos Globo em Angola através do Globo ON, posição 72 da mesma plataforma.

  • Adicione seu comentário